Chamei o guincho, e agora? Saiba o que fazer depois de chamar o guincho: para onde levar o carro?

Hoje em dia para quem tem seguro, chamar um guincho já se tornou uma tarefa fácil. Basta acionar a seguradora, informar onde está seu carro e aguardarPorém, apenas 30% dos motoristas brasileiros contam com um seguro auto.

Apesar disso, para quem não tem seguro o processo também é muito simples graças a algumas empresas que estão inovando nesse segmento. Serviços de socorro para não segurados, como os oferecidos pela reboque.me, podem ser solicitados usando um smartphone com apenas alguns cliques. Além de chamar e pagar pelo serviço de guincho diretamente pelo celular, o cliente consegue ver o tempo de espera e acompanhar o trajeto do resgate até sua localização.

Em alguns casos, nos quais o guincho atua como socorro, apenas a ida do guincho até o cliente já é suficiente. Falta de combustível e carga na bateria são exemplos desse tipo de situação. Contudo, essas ocorrências são raras e, na maioria das vezes, o carro tem um problema mecânico mais sério que o impede de funcionar normalmente, sendo necessário rebocar o veículo e levá-lo até algum lugar onde ele possa ser consertado.

falta de combustível

Para muitas pessoas é aí que está o problema. Como saber qual é o problema do carro e quais oficinas podem fazer esse reparo?

Quando o carro não dá partida, por exemplo, são várioopossíveis defeitos. Falta de gasolina e bateria arriada são as mais conhecidas, mas não necessariamente as mais comuns. Falha no sistema de ignição ou injeção, que em geral são menos conhecidos pelos motoristas, também são muito frequentes. 

Alguns defeitos desses e de outros sistemas pegam o motorista de surpresa e realmente fica difícil saber o que fazer e a quem recorrer. Existem casos, por exemplo, de descodificação da chave do carro, que impedem que o veículo ligue. Há também falhas na bomba de combustível, que impedem que o combustível chegue até o motor do carro e impossibilita que ele continue funcionando após a partida. Problemas no motor de partida também impedem que o carro dê qualquer sinal de vida quando o motorista gira a chave na ignição. 

Outro problema muito recorrente nos últimos anos é a falha no reconhecimento do combustível em carros flex. Isso ocorre quando o sistema de injeção eletrônica não consegue interpretar qual combustível gasolina ou etanol está no tanque do carro e não consegue ajustar o funcionamento do sistema para trabalhar com aquele combustível, fazendo com que o carro não ligue.

Enfim, são várias as possibilidades que complicam a vida do dono de carro que não entende de mecânica automotiva para diagnosticar o problema.

A boa notícia é que hoje também já existem ferramentas online que permitem ao motorista descobrir qual o problema do carro, quais os possíveis reparos necessários e onde estão as oficinas mecânicas que podem fazer esse conserto. O site Sua Oficina Online, além de disponibilizar essas ferramentas gratuitamente, também permite que o cliente faça a comparação de preços entre as oficinas mais próximas da sua localização.

O site ainda permite que o usuário utilize os filtros disponíveis para especificar suas necessidades. Uma vez definidos o veículo e os serviços, o cliente pode optar por ver as oficinas mais bem avaliadas por outros usuáriosformas de pagamento, marcas de peças utilizadas e fotos do estabelecimento. Tudo isso para facilitar a vida de quem precisa encontrar uma oficina de qualidade em pouco tempo.

Portanto, quando precisar você já sabe a quem recorrer quando seu carro te deixar na mão, além de pedir guincho de forma rápida e fácil você também encontra oficinas de confiança para fazer consertar do carro com preços justos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami